SindiComerciáriosLV presente na abertura do Fórum Social Mundial

Representantes da diretoria da Fecosul e dos Sindicatos filiados participaram da plenária estadual da Central dos Trabalhadores e Trabalhadoras do Brasil (CTB), intitulada “Os desafios dos trabalhadores diante da Crise e da Ofensiva Neoliberal”, marcou a abertura do Fórum Social Mundial, que completa 15 anos desde a sua primeira edição, em 2001. A atividade organizada pela Central aconteceu no auditório da Fetag, em Porto Alegre, e contou com a presença de lideranças sindicais de diversas regiões do país, além de parlamentares, trabalhadores e curiosos sobre o assunto.
A mesa presidida pela secretária-geral da CTB-RS, Eremi Melo, contou com personalidades de peso do movimento sindical que contribuíram para um debate enriquecedor. O primeiro a falar foi o presidente da CTB-RS e da Fecosul, Guiomar Vidor, que ao saudar o público, afirmou a importância do Fórum.
“O Fórum Social Mundial cumpriu um papel estratégico no momento de sua criação em que o neoliberalismo se apresentava como uma ideologia única. Conseguimos, naquela época, mostrar que outro mundo era possível. A partir de então, iniciou-se um ciclo de governos democráticos que enfrentaram essa tese do neoliberalismo e conquistamos muitos avanços sociais e econômicos. Não podemos perder essas conquistas que atingimos. Esse é o debate que a CTB busca fazer nessa plenária. A ofensiva do neoliberalismo e as opções que temos para enfrentar esse momento político. Temos como centralidade trocar ideias e solidificarmos opiniões para que possamos enfrentar esse 2016 que prevê grandes batalhas. A CTB tem um papel fundamental para que possamos de fato construir vitórias para a classe trabalhadora e sociedade brasileira. Desejo um Fórum com bons debates para que possamos avançar nas conquistas dos trabalhadores brasileiros que são quem realmente produzem a riqueza do nosso país. A CTB acredita que outro mundo é possível”, defendeu Vidor.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Rolar para cima